Pular para o conteúdo principal

“A sabedoria é a coisa principal; adquire, pois, a sabedoria...” Provérbios 4.7A



“A sabedoria é a coisa principal; adquire, pois, a sabedoria...” Provérbios 4.7A

Enquanto as pessoas da sociedade mundana, assim como, várias dentro de congregações estão correndo constantemente atrás dos tesouros sociais, dos símbolos de status, da fama, do poder, do prestígio, do dinheiro e de uma vasta gama de objetivos e sonhos como estes; os verdadeiros cristãos estão em busca de uma única coisa que vale muito mais do que todas aquelas outras juntas. A sabedoria.

Os cristãos genuínos entendem que a sabedoria é a chave que destrava as engrenagens e destranca todas as portas certas da vida; com sabedoria é possível construir de forma sólida um estilo de vida que seja ao mesmo tempo simples e abastado, modesto e sustentável, sereno e com sucesso verdadeiro; livre das correntes sociais que estão aprisionando multidões em corridas frenéticas, passionais e megalomaníacas.

Com sabedoria a pessoa consegue multiplicar os frutos do seu trabalho de maneira honesta e exponencial; sejam tais frutos relacionados ao bem-estar pessoal e familiar, ou ao bem-estar profissional e financeiro, ao bem-estar emocional e sentimental, e, obviamente ao bem-estar espiritual. Ela, a sabedoria, dissipa a neblina e pavimenta o caminho na direção dos nossos verdadeiros sonhos, aqueles que o próprio Deus projetou perfeitamente sob medida para nós, e ao mesmo tempo nos afasta de todos aqueles sonhos sociais equivocados, dissimulados que estão dentro de nós e à nossa frente, mas que não passam de âncoras estrategicamente colocadas, pelo espírito do mundo, desde a infância, no nosso coração, mente e diante dos nossos olhos.

Uma quantidade gigantesca de pessoas dentro e fora das congregações está, voluntariamente, escolhendo se acorrentar a estas âncoras, várias delas, na esperança tola de serem reconhecidas, admiradas, seguidas ou até invejadas pelos que os rodeiam no mundo ou nas congregações; e tais pessoas fazem isso porque, primeiro, não conseguem discernir que tudo, ou boa parte, do que estão buscando na vida, é, na verdade, justamente aquilo que os está mantendo aprisionados a diversas mecânicas, mentalidades e armadilhas mundanas; internas e externas.

Em segundo lugar, as pessoas estão se apressando para se acorrentar a estas âncoras sociais porque ignoram ou menosprezam o valor de buscar, adquirir e cultivar a maravilhosa virtude da sabedoria. Está escrito: "...Melhor é a sabedoria do que os rubins; e de tudo o que se deseja nada se pode comparar com ela.". Provérbios 8.11. Agora eu convido você a fazer a seguinte reflexão pessoal: Se está escrito que a sabedoria é tão valiosa assim; por que as pessoas, e talvez até você mesmo(a), estão desejando todo tipo de coisas, menos ela? Por que estão desejando em primeiro lugar o dinheiro, bens materiais, cargos profissionais, beleza física a qualquer custo, novos empregos, carreiras empreendedoras, posições eclesiásticas, vitórias sem sentido, luxo demasiado, seguidores e tudo o mais que o espírito do mundo usa as diversas mídias para enaltecer? Por que estão desprezando aquilo que é mais importante?

Todos os cristãos verdadeiros concentram-se em uma única coisa, buscar a sabedoria e prová-la na prática em suas vidas, pois compreendem que essa virtude sintetiza adequadamente e permite a obtenção de todas as bênçãos que cooperarão juntamente e perfeitamente para a edificação (construção sólida e segura) da vida que Deus preparou para eles, que é completamente separada e imune a todas aquelas âncoras e influências difusas do espírito do mundo que estão confundindo, com violência, as multidões de todas as idades. Por isso também foi escrito em Provérbios 3.13A: "Bem-aventurado o homem que acha a sabedoria..."; em outras palavras, a pessoa que encontrar a sabedoria estará prevenida contra toda a corrupção, ilusões, fantasias, distrações e distorções da sociedade e experimentará uma vida de suficiência em todas as áreas, fisicamente, mentalmente e espiritualmente.

Seja sincero(a), se hoje, neste exato momento, você pudesse escolher entre adquirir 1 Kg  de ouro puro, que na cotação do dia em que escrevo este texto poderia ser trocado por cerca de duzentos mil reais; ou, uma "grama" de sabedoria; qual você escolheria?

Boa parte das pessoas, até mesmo aquelas com uma situação financeira estável escolheria o ouro; mas veja o que Provérbios 16.16 diz: "Quanto melhor é adquirir a sabedoria do que o ouro!..."; embora muitos possam pensar que essa afirmação bíblica é demagógica quando dita e ensinada pelos sábios, ela não é, pelo contrário, ela é perfeitamente lógica e racional (sóbria), pois todo sábio entende que o ouro, ou o dinheiro, e tudo o que ele pode comprar, não são capazes de adquirir sabedoria, mas a sabedoria, por sua vez, nos permite adquirir, multiplicar e usufruir pacificamente de todas as coisas boas, em abundância e sem exageros nem desperdícios. Além disso existe um provérbio babilônico que diz que um tolo e seu ouro logo se separam; portanto a tendência é que uma pessoa que preferiu ouro ao invés de sabedoria termine perdendo todo o ouro que conseguiu; e isso pode acontecer por diversas maneiras diferentes. Dê um milhão de reais a alguém sem sabedoria e em pouco tempo tal pessoa não terá mais nada; mas dê sabedoria a alguém e em algum tempo ele terá um milhão de reais se assim desejar.

E o que isso quer dizer na prática?

Quer dizer que enquanto os mundanos e os pseudo-cristãos estão correndo atrás e pedindo para obter casas na cidade, na praia e na montanha; carros novos a cada um, dois ou três anos; roupas e acessórios das marcas mais famosas do mundo; mais dinheiro para conseguir manter tudo isso e aumentar seu padrão de vida e consumo; vitórias políticas; suas próprias congregações; sua própria empresa; ganhos de causa na justiça; uma esposa ou marido-troféu; seguidores/admiradores; e toda uma lista quase interminável de vaidades. Os verdadeiros cristãos estão em busca apenas da sabedoria, porque ela os direcionará em segurança de maneira que possam conseguir todas as coisas terrenas necessárias para viver com conforto e qualidade de vida, sem extravagâncias; e além disso, se por qualquer variável incontrolável da vida tais coisas forem tiradas deles, não se desesperarão nem entrarão em pânico, não se precipitarão e não serão afetados internamente; não perderão o equilíbrio mental nem a saúde física, porque a sabedoria ainda estará com eles, e ela lhes mostrará como conseguir novamente tudo o que precisam para continuar vivendo de maneira adequada e agradável. Por isso também foi escrito em Mateus 6.33: "...Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas." 
   
A sabedoria é uma das partes principais do Reino de Deus; logo, adquirindo-a, ela trará consigo tudo o que você realmente precisa, com abundância, na medida certa, sem excessos ou desperdícios; e o melhor é que ninguém jamais poderá roubá-la de você, pois ela se fundirá na sua alma, aperfeiçoando você em todos os níveis do seu ser e em todas as áreas do seu viver, gerando frutos mentais e materiais que serão extremamente úteis ao seu cotidiano, beneficiando todos os que estiverem aos seu redor, como também, produzindo tesouros espirituais que perdurarão em você para a eternidade; como foi dito em Provérbios 8.21, que diz: "Para fazer herdar bens permanentes aos que me amam e encher os seus tesouros." . Em resumo: Quem amar os tesouros e os bens materiais nunca será sábio, mas os que amarem a sabedoria encontrarão os bens materiais que precisam e os tesouros espirituais que o conduzirão para o Reino dos Céus.

A sabedoria nunca frustrou ninguém, ela jamais iludiu ou manipulou ninguém, tampouco fez qualquer pessoa de escravo; não há um só homem ou mulher que tenha se arrependido de adquirir a sabedoria. Ela nos faz encontrar as soluções mais adequadas, e não as que todos estão usando; ela nos indica as portas certas, ilumina nossa vida, nos ensina como sobreviver nos desertos, como superar os vales, como atravessar as tormentas; dissipa todas as brumas interiores de nosso coração e mente, afasta-nos da escuridão; e, nos mostra a verdade por trás das fantasias sociais que estão em toda parte ao nosso redor, inclusive dentro de congregações. Então por que nós não paramos de tentar seguir o fluxo do mundo, aleatoriamente, acumulando os tesouros da terra que podem ser facilmente consumidos, corroídos ou tirados de nossas mãos por qualquer circunstâncias que não controlamos, ou por pessoas mal-intencionadas; e nos concentramos mais em adquirir um tesouro celestial, essa virtude magnífica que nos beneficiará em todas as dimensões da nossa existência, ou seja, física, mental e espiritualmente, e que jamais poderá ser tomada de nós.

A sabedoria é a coisa principal onde devemos investir nossa fé, atenção e esforço; pois uma vez fazendo isso, uma vez que a abraçarmos, ela desbloqueará em nós conhecimento, percepção, visão e entendimentos infindáveis que nos farão construir um estilo de vida próximo da excelência, perfeitamente ajustado para suprir em abundância todas as nossas necessidades de modo que conseguiremos usufruir de todas as bênçãos físicas, materiais, profissionais, mentais, sentimentais, emocionais e espirituais que realmente precisamos e que Deus deseja nos entregar. Por este motivo, também, foi escrito em Provérbios 4.8-9: "Exalta-a (a sabedoria), e ela te exaltará; e, abraçando-a tu, ela te honrará. Dará à tua cabeça um diadema de graça e uma coroa de glória te entregará.".


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“...Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18.20

“...Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18.20 Neste texto nós vamos conversar um pouco sobre os benefícios que uma congregação saudável produz na vida de todos aqueles que fazem parte dela; e tenha em mente que congregar significa justamente se reunir com outras pessoas em nome de Jesus, como relatado em Mateus 18.20. Em vários dos textos que tenho compartilhado aqui, procurei falar sobre como o espírito do mundo se infiltrou nas congregações através dos séculos para corromper os sentidos daqueles que as compõem e desvirtuá-los de seguir o verdadeiro caminho de Cristo Jesus, induzindo muitos a praticar todo tipo de estranhezas, distorções da Palavra, e até, a desistir de congregar. Por isso também foi escrito que: "E vindo o dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, Veio também Satanás entre eles." Jó 1.6 Quais são os benefícios de uma congregação saudável? Na verdade a lista de

A alegria do SENHOR é a vossa força. Neemias 8.10

"...Portanto não vos entristeçais; porque a alegria do Senhor é a vossa força." Neemias 8.10 No cristianismo há duas relações diretas que afetam grandemente a nossa vida caso tenhamos o devido conhecimento delas para usarmos da forma correta e a nosso favor. E que relações são estas? Como você já deve imaginar por causa do título deste texto estamos falando de alegria e força , assim como de tristeza e fraqueza, ou seja, alegria é igual a força e tristeza é igual a fraqueza; porém o foco de nossa conversa será completamente sobre as duas primeiras.  Cristãos conhecem profundamente isso e usam este entendimento a seu favor; o meu desejo ao escrever este texto é que você também possa fazer o mesmo de modo a fortalecer sua vida cada vez mais. Algumas pessoas podem ter certa dificuldade em entender a necessidade vital que os cristãos têm de se alegrar, de proteger e multiplicar a alegria; tais pessoas podem perguntar: Por que devo me alegrar se as c

“Lança o teu pão sobre as águas, porque, depois de muitos dias, o acharás.” Eclesiastes 11.1

“Lança o teu pão sobre as águas, porque, depois de muitos dias, o acharás.” Eclesiastes 11.1 Imagine por um instante que você está parado junto à margem de um grande e caudaloso rio, no qual, as águas passam por você ininterruptamente em grande volume. Agora imagine que em sua mão há uma cesta de pães de onde você retira alguns deles e gradativamente lança sobre as águas, um após outro. O que acontecerá com todos os pães que você jogar no rio? Exatamente isso que você imaginou. Todos são rapidamente levados para longe de você pela correnteza. E qual é a chance de você encontra-los novamente? Praticamente nenhuma. Mas porque criei toda essa visualização mental afinal de contas?  Para que você compreenda com mais facilidade a analogia utilizada por Salomão em Eclesiastes 11.1. O fato é que toda aquela visão mental que acabei de descrever é a forma como os cristãos compreendem a "mecânica" das boas obras. Como assim? A vida é como um grande rio e a corre