Pular para o conteúdo principal

“...Adquire a inteligência...” Provérbios 4.5



“Adquire sabedoria, adquire a inteligência e não te esqueças nem te aparte das palavras da minha boca” Provérbios 4.5


Como uma pessoa pode realmente se tornar mais inteligente? Muitos estão apenas esperando que a inteligência brote na vida delas sem que a tenham plantado devidamente, mas neste texto vamos ver uma forma prática, simples e extremamente eficaz para que qualquer um plante e colha inteligência que gere benefícios de longo prazo.

Saber como alguém pode se tornar inteligente era uma das muitas dúvidas que eu tinha no começo da minha caminhada de fé, mas a passagem que destaquei de Provérbios 4.5 me fez descobrir que qualquer pessoa pode adquirir inteligência de uma forma que está disponível a praticamente qualquer indivíduo e é tão simples e fácil que acaba sendo menosprezada pela grande maioria das pessoas. O melhor é que isso pode ser feito apenas desenvolvendo um hábito extremamente fácil de ser construído e poderosamente transformador.

E que hábito é esse?


Ler é algo que, literalmente, muda nossa mente e por consequência muda quem somos. A leitura possui poderes e benefícios diversos em nossas capacidades cerebrais, na higiene e saúde de nossa mente, além de ser o melhor veículo de transmissão de conhecimento que a raça humana possui. Note que eu não estou falando de transferência de informações, pois neste caso há outros veículos mais eficazes, como os vídeos do YouTube por exemplo, porém, assistir um vídeo jamais chegará perto de produzir, em nossa mente, os mesmos efeitos benéficos que são gerados quando desenvolvemos o hábito sólido de ler; de fato, vídeos são uma forma passiva de recebermos conteúdo, ao passo que ler é uma forma ativa de fazer isso.

E por quê?

Porque a leitura, literalmente, exercita nosso cérebro, e como todo exercício ela produz pelo menos dois frutos básicos e maravilhosos que por si só já são motivos mais do que suficientes para nos fazer desenvolver tal hábito. O primeiro fruto da leitura é a geração de saúde metal de longa duração; ou seja, de forma bem simplificada, o hábito de ler ajuda as células cerebrais (neurônios) e as conexões mentais a se tornarem mais fortes e longevas, isso faz com que a lucidez, a capacidade de pensar profundamente e todas as funções relacionadas à memória e a atenção durem muito mais do que a da média das pessoas que não possuem esse hábito. E isso nos mantém mais produtivos por muito mais tempo.

O segundo fruto básico produzido pela leitura como hábito sólido é o aumento de massa cinzenta. Mas como assim? A leitura transfere conhecimento, estimula a criatividade, treina e desenvolve a capacidade de concentração, agrega informações, ensina novos conceitos, melhora a memória, liberta a imaginação, produz inspiração, aumenta o vocabulário pessoal, melhora nossa escrita, amplifica a velocidade de raciocínio e muito mais; ou seja, a leitura faz você ficar literalmente mais inteligente.

Muitas pessoas não gostam de ler, ou até conseguem ler de vez em quando, um ou outro livro, e textos de um blog como este, mas não cultivam este hábito de maneira sólida principalmente nos tempo atuais, porque praticamente qualquer tema do interesse deles já possui milhares de vídeos a respeito na internet à distância de poucos cliques, e como o cérebro humano se tornou naturalmente inclinado para evitar fazer esforços que não estejam dentro de sua programação rotineira, por menores que sejam, tais pessoas acabam achando que ver um vídeo é mais cômodo, e que ler não vale o esforço, se  podem apenas sentar, ver e ouvir, muitas vezes sem prestar a devida atenção, alguém falando a respeito do que quer que seja. Mas o que estas pessoas não sabem, ou talvez saibam, mas não estejam plenamente conscientes, é que assistir um, dois, dez, ou até cem vídeos não aciona nem exercita as mesmas áreas cerebrais que a leitura de um único livro faz. Quando estamos lendo, pequenos milagres imperceptíveis ocorrem dentro de nossa mente, milagres esses que nos tornam verdadeiramente em pessoas mentalmente mais capazes e mais articuladas.

Todo cristão verdadeiro sabe que o hábito de ler é um exercício mental que não pode ser substituído, da mesma forma que o hábito de praticar exercícios físicos não pode ser substituído por apenas assistir vídeos sobre o assunto. Mentalmente falando, nada causa tamanho impacto positivo e gera tantos benefícios duradouros em nosso cérebro quanto a leitura constante, habitual, por esse motivo é que os cristãos genuínos são leitores assíduos não só da bíblia; pois está escrito: “...e não te esqueças nem te aparte das palavras da minha boca” Provérbios 4.5, como também de todo e qualquer livro que sirva para edificá-los, pois também foi dito: "Examinai tudo. Retende o bem." 1 Tessalonicenses 5.21. Cristãos sabem que a partir dos mais diversos ensinamentos, conceitos, princípios, fundamentos e exemplos da Bíblia Sagrada, muitos outros bons livros foram produzidos, compilando e transmitindo entendimentos, sabedoria e conhecimentos aplicáveis na vida de qualquer um para torná-la melhor e mais produtiva seja espiritualmente, financeiramente, profissionalmente, sentimentalmente ou pessoalmente; e o simples fato de compreender isso e procurar ler tais livros para ter acesso a todo esse conteúdo transformador já é uma decisão muito inteligente. Mas ainda assim, com todos esses benefícios maravilhosos, há pessoas dentro de muitas congregações se comportando exatamente como grande parte dos mundanos, eles simplesmente preferem não desenvolver o hábito da leitura; tais pseudo-cristãos, muito mal abrem a própria bíblia, o que dirá de outros livros, mesmo que estes livros sejam capazes de transferir um conhecimento capaz de mudar a vida deles para para melhor e para sempre.

Quando Deus me ensinou que desenvolver o hábito sólido da leitura poderia me proporcionar todas essas bênçãos, passei a buscar por bons livro que pudessem edificar minha fé, minha confiança, meu espírito, minhas mentalidades, minhas crenças, meus pensamentos, sentimentos, emoções, minhas interações com Deus e com as pessoas ao meu redor, minha capacidade de ouvir, minhas palavras e minhas ações; em outras palavras, passei a "consumir" livros que fossem úteis para me ajudar a edificar todos os aspectos da minha vida e me tornar uma pessoa melhor e um servo melhor. Posso dizer sem medo de errar que essa decisão foi uma das mais benéficas que já tomei com relação a qualquer coisa relativa a minha existência, justamente porque ela tem me permitido fazer exatamente o que Provérbios 4.5 também nos ensina quando diz: "...Adquire a inteligência..."

E por que a inteligência é tão importante para os cristãos?

Porque ela coopera com a nossa fé e nos faz evoluir de maneira saudável tanto nas questões espirituais quanto nas físicas e materiais, e, além disso, nos conserva imunes e afastados das mais diversas armadilhas do mundo; como foi dito em: "O bom siso te guardará, e a inteligência te conservará...". Portanto se você desejar realmente se tornar mais inteligente, sob todos os aspectos, construa e desenvolva o hábito constante da leitura.

E como fazer isso?

A partir do dia de hoje e por toda a sua vida leia pelo menos duas páginas de algum livro que seja edificante para você, que te ensine algo novo, que trate de um assunto que seja proveitoso para a sua vida, ou seja, se você estiver com problemas financeiros, leia algum livro sobre finanças pessoais; se Deus deseja que você abra uma empresa, leia livros sobre empreendedorismo; se você tem dificuldade de controlar seus sentimentos e emoções, leia livros sobre inteligência emocional; se você deseja aprender novas habilidades, leia livros sobre o assunto, e assim por diante, pelo resto dos seus dias na terra. Este é o verdadeiro hábito sólido da leitura que agregará cada vez mais inteligência sobre você. 

Algumas pessoas leem esporadicamente e acham que isso é o suficiente, mas o fato é que, ler esporadicamente é melhor do que nunca ler, mas não é o suficiente para produzir plenamente todos aqueles benefícios citados acima; é ao ler constantemente que experimentamos todo o impacto positivo e os benefícios desse hábito, portanto, para ter um melhor aproveitamento, procure ler pelo menos entre cinco e dez páginas todos os dias, isso exercitará minimamente o seu cérebro cotidianamente, mas se sua rotina não permitir que você separe um tempo para ler essa quantidade de páginas todos os dias, procure se organizar para ler ao menos duas páginas para doutrinar seu cérebro a construir esse hábito e gradativamente vá lendo um pouco mais até encontrar uma quantidade de páginas diárias que seja adequada e confortável para a sua experiência particular como leitor; não há um número de páginas padrão para ser lido diariamente, mas o segredo é que não seja tão pouco a ponto de não exercitar a mente por um período considerável e nem tanto que se torne algo maçante. E lembre-se que ler outros livros, conhecer a obra de autores e adquirir novas referências não substitui a leitura da Bíblia que é nosso manual definitivo para uma vida equilibrada e plena e nossa fonte máxima de fé, inspirações, conhecimentos e revelações; todo cristão verdadeiro se organiza para fazer os dois.

Apenas para que você possa visualizar melhor o que estou dizendo vou citar alguns números interessantes, mas antes deixe-me fazer a seguinte pergunta: Quantos livros você leu no último ano? Se foram menos de cinco devo dizer que você não exercitou seu cérebro satisfatoriamente e por consequência deixou de adquirir uma boa quantidade de inteligência, ou seja, sua mente não foi devidamente estimulada de modo a, no médio e longo prazo, gerar abundância daqueles frutos mencionados anteriormente; mas se você passar a ler apenas cinco páginas todos os dias, em um ano terá lido 1825 páginas, isso equivale a:
* 18 Livros de 100 páginas, ou;
* 9 Livros de 200 páginas, ou;
* 6 Livros de 300 páginas.
Agora eu te pergunto: O quanto mais de inteligência você terá adquirido depois de todo esse processo em apenas um ano? Quais novas perspectivas você terá integrado na sua percepção das coisas? Que tipo de pessoa você terá se tornado com a posse destas novas perspectivas? E se você fizer isso pelo resto de sua vida, o quão mais inteligente você ficará? O quão melhor a sua vida será conforme mais inteligência você adquirir? Pense a respeito e não faça como os mundanos; não subestime o hábito sólido da leitura.

Para terminar deixe-me reforçar que o hábito de leitura não exclui nem substitui o hábito de ler e estudar diligentemente a Palavra de Deus, a Bíblia, pois está escrito: “...Adquire a inteligência e não te esqueças nem te aparte das palavras da minha boca. Provérbios 4.5; ou seja, nós devemos construir o hábito sólido de ler para nos tornarmos pessoas mais inteligentes, mas também devemos permanecer estudando e examinando a Escritura Sagrada todos os dias; uma coisa não é desculpa para abandonar ou não praticar a outra, na verdade é justamente a pratica das duas coisas que potencializarão nossa evolução espiritual, mental e física sob todos os aspectos.

Se você desenvolver o hábito sólido da leitura vai se surpreender com quantas coisas novas aprenderá e com como sua visão das coisas será ampliada, assim como com o seu desenvolvimento interior e exterior. Acredite, pois falo tudo isso por experiência própria.

Comentários

  1. Respostas
    1. Olá!
      Obrigado por seu comentário.
      Que Deus dê a você muita paz, saúde, sabedoria e sucesso.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“...Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18.20

“...Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18.20 Neste texto nós vamos conversar um pouco sobre os benefícios que uma congregação saudável produz na vida de todos aqueles que fazem parte dela; e tenha em mente que congregar significa justamente se reunir com outras pessoas em nome de Jesus, como relatado em Mateus 18.20. Em vários dos textos que tenho compartilhado aqui, procurei falar sobre como o espírito do mundo se infiltrou nas congregações através dos séculos para corromper os sentidos daqueles que as compõem e desvirtuá-los de seguir o verdadeiro caminho de Cristo Jesus, induzindo muitos a praticar todo tipo de estranhezas, distorções da Palavra, e até, a desistir de congregar. Por isso também foi escrito que: "E vindo o dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, Veio também Satanás entre eles." Jó 1.6 Quais são os benefícios de uma congregação saudável? Na verdade a lista de

A alegria do SENHOR é a vossa força. Neemias 8.10

"...Portanto não vos entristeçais; porque a alegria do Senhor é a vossa força." Neemias 8.10 No cristianismo há duas relações diretas que afetam grandemente a nossa vida caso tenhamos o devido conhecimento delas para usarmos da forma correta e a nosso favor. E que relações são estas? Como você já deve imaginar por causa do título deste texto estamos falando de alegria e força , assim como de tristeza e fraqueza, ou seja, alegria é igual a força e tristeza é igual a fraqueza; porém o foco de nossa conversa será completamente sobre as duas primeiras.  Cristãos conhecem profundamente isso e usam este entendimento a seu favor; o meu desejo ao escrever este texto é que você também possa fazer o mesmo de modo a fortalecer sua vida cada vez mais. Algumas pessoas podem ter certa dificuldade em entender a necessidade vital que os cristãos têm de se alegrar, de proteger e multiplicar a alegria; tais pessoas podem perguntar: Por que devo me alegrar se as c

“Lança o teu pão sobre as águas, porque, depois de muitos dias, o acharás.” Eclesiastes 11.1

“Lança o teu pão sobre as águas, porque, depois de muitos dias, o acharás.” Eclesiastes 11.1 Imagine por um instante que você está parado junto à margem de um grande e caudaloso rio, no qual, as águas passam por você ininterruptamente em grande volume. Agora imagine que em sua mão há uma cesta de pães de onde você retira alguns deles e gradativamente lança sobre as águas, um após outro. O que acontecerá com todos os pães que você jogar no rio? Exatamente isso que você imaginou. Todos são rapidamente levados para longe de você pela correnteza. E qual é a chance de você encontra-los novamente? Praticamente nenhuma. Mas porque criei toda essa visualização mental afinal de contas?  Para que você compreenda com mais facilidade a analogia utilizada por Salomão em Eclesiastes 11.1. O fato é que toda aquela visão mental que acabei de descrever é a forma como os cristãos compreendem a "mecânica" das boas obras. Como assim? A vida é como um grande rio e a corre