Pular para o conteúdo principal

“Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso senhor Jesus Cristo.” 1 Coríntios 15.57



“Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso senhor Jesus Cristo.” 1 Coríntios 15.57

Quais são os limites das vitórias?

No mundo, grande parte das pessoas deseja alcançar as vitórias próprias dos sistemas do mundo, muitos desejam, riquezas, muitos desejam fama, muitos desejam status, muitos desejam poder e controle; além disso, todas essas pessoas também desejam os troféus e as medalhas das vitórias, e com isso quero dizer: As roupas unicamente de grife, o carro ultra chamativo, a mansão dos sonhos, o iate inacreditável, o cargo invejável, as viagens fantásticas, a mulher ou o homem com corpos esculpidos segundo o padrão de beleza ditado pela mídia; ou seja, um estilo de vida regido basicamente pela opulência, pelo glamour, pelas vaidades e baseado na busca sem fim pelos tesouros mundanos. O fato é que a grande maioria das pessoas que possuem tais desejos entranhados em seu coração não vai conseguir viver tal realidade, mas o espírito do mundo não se aflige, ao contrário, porque ele prepara degraus menores de status, poder, opulência, ostentação e glamour; nestes níveis menores ele continua fazendo suas propostas sedutoras de modo que as pessoas não percam de vista a visão inebriante do "sucesso", da riqueza e da grandiosidade estabelecido por ele (mundo) com todos os seus padrões e convenções sobre dinheiro, realização, poder, felicidade, beleza e etc... Dessa maneira ele pode manter as pessoas sempre sendo mentalmente controladas em constante busca por suas vitórias mundanas e todos aqueles troféus e medalhas característicos, como se a vida se tratasse unicamente disso; algo que os cristãos sabem muito bem que não corresponde a verdade, como está escrito: "A vida de qualquer não consiste na abundância do que possui." Lucas 12.15.

Desde muito cedo na vida de todas as pessoas o espírito do mundo sussurra suas mentiras dizendo que na sociedade moderna só há lugar para os vencedores e que por esse motivo todos devem fazer de tudo para vencer a qualquer custo, do contrário serão, obviamente, vistos como perdedores e ficarão impossibilitados de alcançar aquelas recompensas das vitórias, como fama, fortuna e poder (nos seus mais diversos níveis). A partir dessa visão, as pessoas começar a viver de forma a buscar as vitórias lançando mão de quaisquer meios possíveis, muitos deles ilícitos; passam a vender sua honra, abrem mão da honestidade, negociam seus valores, prostituem seus talentos, seus corpos, suas mentes, tornando-se mercenários; e fazem tudo isso para cumprir a vontade do espírito mundo e alcançar as vitórias e seus "dourados louros sociais". Mas há um fato importante que tais pessoas ignoram e que, obviamente, o espírito do mundo esconde deles propositalmente, porém, os cristãos, ensinados e inspirados pelo Espírito Santo, mantém sempre diante de seus olhos.

E que fato é esse?

O fato de que de nada adianta ganhar todas as recompensas de vitórias que o mundo tem pra dar, mas ao mesmo tempo sacrificar a própria vida; como está escrito: "Pois que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?" Marcos 8.36. Porque a verdade é que quem busca vitória a qualquer custo se torna escravo dela, E acredite, é exatamente essa a intenção do espírito do mundo em toda essa trama, fazer com que as pessoas percam suas vidas, tentando vencer a tudo e a todos infinitamente, soterrando-as em competitividades pessoais, profissionais e espirituais repletas de mentiras, corrupções, deslealdades, desonestidade travestidas em fama, fortuna, status e poder. Em resumo, tais pessoas vão viver anos e mais anos em uma vida cheia de derrotas disfarçadas de vitórias socialmente aceitáveis.

Cristãos sabem que vitória a qualquer custo não é vitória. É desonra. E a desonra é a maior derrota do ser humano; também por isso foi escrito: "Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não, porque o que passa disso é de procedência maligna" Mateus 5.37, ou seja, honre a sua própria palavra, porque as pessoas que o fazem são pessoas honradas em todos os procedimentos e comportamentos da vida e pessoas honradas são pessoas mais do que vitoriosas, por outro lado, quem não consegue honrar a própria palavra também não têm honra em nenhum outro comportamento e procedimento na vida, e não ter honra é algo que provém diretamente do espírito do mal que é o espírito do mundo.

A única vitória e o único sucesso que os cristãos, que por definição possuem altos padrões morais baseados em padrões espirituais superiores, aceitam para suas vidas são os conseguidos dentro das regras e segundo o padrão de conduta de Cristo que se baseia na honestidade, na verdade, na retidão, na justiça, na lealdade, na fidelidade, e na honra. Ainda que sob os olhos do mundo e dos mundanos as vitórias segundo esses preceitos não sejam valorizadas e sejam até menosprezadas. Porém, todos os cristãos sabem que são justamente essas vitórias as verdadeiras vitórias, ou seja, aquelas vitórias que constroem uma vida com verdadeiro significado e que não os sobrecarrega nem os sacrifica, mesmo que não haja ninguém para aplaudi-los, mesmo que a sociedade não dê prêmios por elas; são essas as vitórias que redundam em verdadeiras recompensas para a alma (vida), para o coração e para o espírito de quem as cultivam.

Dizem no mundo que “no amor e na guerra vale tudo”, mas não é verdade; nunca vale tudo! Nada vale tudo! Pois nem tudo convém e nem tudo edifica. Também dizem que “os fins justificam os meios”, mas não justificam, não para aqueles que são parecidos com Cristo.

Cristãos Jamais negociam seus valores e sua fé, não abrem mão da honestidade, jamais vendem sua honra não importa o valor da proposta e nunca prostituem seus talentos, sua visão e sua missão; cristãos nunca trilham o caminho dos desonestos, nem dos corruptos, para conseguir alcançar um ideal de vida glamourosa e opulenta segundo o padrão do mundo, pois é Deus quem os dá as vitórias e não os seus próprio métodos. “...Do senhor vem a vitória” Provérbios 21.31

Cristãos vencem fazendo sempre aquilo que é correto, do contrário, se for para vencer segundo o modelo do mundo, eles preferem não vencer, porque a verdadeira vitória, em qualquer área da vida, está tanto em vencer de modo digno, justo e honrado, quanto em, se necessário for, perder sem se corromper.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“...Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18.20

“...Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18.20 Neste texto nós vamos conversar um pouco sobre os benefícios que uma congregação saudável produz na vida de todos aqueles que fazem parte dela; e tenha em mente que congregar significa justamente se reunir com outras pessoas em nome de Jesus, como relatado em Mateus 18.20. Em vários dos textos que tenho compartilhado aqui, procurei falar sobre como o espírito do mundo se infiltrou nas congregações através dos séculos para corromper os sentidos daqueles que as compõem e desvirtuá-los de seguir o verdadeiro caminho de Cristo Jesus, induzindo muitos a praticar todo tipo de estranhezas, distorções da Palavra, e até, a desistir de congregar. Por isso também foi escrito que: "E vindo o dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, Veio também Satanás entre eles." Jó 1.6 Quais são os benefícios de uma congregação saudável? Na verdade a lista de

Pedis e não recebeis, porque pedis mal... Tiago 4.3

"Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites." Tiago 4.3 Esta, sem dúvidas, é uma das frases mais conhecidas do livro de Tiago, mas durante algum tempo tive certa dificuldade de me aprofundar na grande lição contida nela. Será que você já conseguiu extrair deste versículo algo além daquilo que está na superfície? É o que tentaremos fazer agora. Creio que o hábito de pedir seja o mais intuitivo, natural e automático que possuímos, principalmente porque Jesus disse: "Pedi e dar-se-vos-a..." ; "o que pede recebe" e ainda, "tudo que pedirdes em meu nome eu o farei..." Somos ensinados e acostumados a pedir; há alguns até que se tornam viciados em fazê-lo, alguns tratam o Senhor absoluto do universo como se Ele fosse uma espécie de "gênio da bíblia", ou seja, na mentalidade destas pessoas Deus serve apenas para realizar seus desejos não importando o quão banais, vaidosos, egoístas, hedonista

A alegria do SENHOR é a vossa força. Neemias 8.10

"...Portanto não vos entristeçais; porque a alegria do Senhor é a vossa força." Neemias 8.10 No cristianismo há duas relações diretas que afetam grandemente a nossa vida caso tenhamos o devido conhecimento delas para usarmos da forma correta e a nosso favor. E que relações são estas? Como você já deve imaginar por causa do título deste texto estamos falando de alegria e força , assim como de tristeza e fraqueza, ou seja, alegria é igual a força e tristeza é igual a fraqueza; porém o foco de nossa conversa será completamente sobre as duas primeiras.  Cristãos conhecem profundamente isso e usam este entendimento a seu favor; o meu desejo ao escrever este texto é que você também possa fazer o mesmo de modo a fortalecer sua vida cada vez mais. Algumas pessoas podem ter certa dificuldade em entender a necessidade vital que os cristãos têm de se alegrar, de proteger e multiplicar a alegria; tais pessoas podem perguntar: Por que devo me alegrar se as c