Pular para o conteúdo principal

É-me dado todo poder no céu e na terra. Mateus 28.18



"É-me dado todo poder no céu e na terra." Mateus 28.18

Alguma vez você já imaginou como seria bom se você tivesse nascido na época em que Cristo operou a obra relatada nos evangelhos? Já pensou em como teria sido bom você andar lado a lado com o SENHOR enquanto aprendia seus ensinamentos e o observava operar as maravilhas bem diante dos seus olhos? Já se deu conta de como seria extraordinário você ser testemunha dos momentos em que Jesus curava os cegos, multiplicava pães e peixes, limpava o corpo dos leprosos, andava sobre as ondas e realizava tantos e tantos outros milagres grandiosos? E como seria se você estivesse entre os discípulos no exato momento em que Cristo ressuscitou Lázaro?

Teria sido ótimo, não é?

Se você respondeu que sim, então, preciso pedir que reveja seus conceitos porque seu pensamento neste sentido está ligeiramente equivocado. Deixe-me explicar. Acompanhe o meu raciocínio. 

Eu compreendo que é comum para alguns convertidos pensar desta forma como citado acima; eu mesmo também pensei assim em algum momento quando estava recém convertido, porém, meditando na Palavra me dei conta de que nossa posição em Cristo é muito mais privilegiada do que a daquelas pessoas que puderam ver o Mestre em ação no passado; como está escrito: "...Bem-aventurados os que não viram e creram!" João 20.29

E por quê?

"Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço; e as fará maiores porque eu vou para o meu pai." João 14.12

Quando Jesus veio cumprir sua missão de nos resgatar para Deus, de restabelecer o que se havia perdido, Ele escolheu vir limitado pela condição humana, o Mestre escolheu deixar toda a plenitude, magnitude, magnificência, soberania, majestade e todas as características da divindade única nos céu; como está escrito: "Sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus. Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens..." Filipenses 2. 6-7; e foi em tal condição de humanidade que Nosso Senhor realizou todas aquelas maravilhas, também, para nos ensinar e nos salvar ao ressuscitar no terceiro dia. Confesso que também já pensei que ver Cristo operando aqueles milagres seria algo espetacular, entretanto, seria vê-lo operando "limitado" pela humanidade a qual Ele decidiu suportar por nossa causa.

Depois da ressurreição Jesus diz a seguinte frase: "É-me dado todo poder no céu e na terra." Mateus 28.18; ou seja, a partir daquele momento Ele já havia recuperado toda a plenitude de sua onipotência; não estava mais limitado pela condição de humanidade; Ele havia voltado a ser plenamente Divino. 

Então você pergunta: E o que isso significa pra minha vida?

Como homem Jesus estava limitado, por exemplo, pelo espaço e pelo tempo; ele não poderia estar em vários lugares no mesmo momento, porém nós sabemos que hoje, como Deus, Ele pode fazer isso. Como homem Cristo sentia sono, cansaço, fome, sede e dor, limitações que nos afligem e que são impostas a nós por nossa condição humana; mas como Deus Ele está infinitamente acima de todas estas coisas. A partir do momento em que Jesus declara "É-me dado todo poder no céu e na terra." uma nova aurora de liberdade e poder nasce sobre a humanidade; Ele estava comunicando que já não estava mais na condição humana; havia recuperado toda a condição divina (lembre-se que Deus é o único ser divino) todo poderio do universo, e ainda mais, tinha voltado para as mãos de Cristo que inicialmente é o Criador de todas as coisas; já não havia qualquer impossibilidade para Ele, como ainda hoje não há e jamais haverá, "porque para Deus nada é impossível" Lucas 1.37.

Então, fazendo uma ligação com o princípio deste texto, o conceito que quero transmitir aqui é o entendimento de que quem viu Jesus operando naquela época não chegou nem perto de vislumbrar todo o poderio divino que nós, os que cremos sem tê-lo visto como homem, temos a nossa disposição hoje; "...Bem-aventurados os que não viram e creram!" João 20.29; porque depois que Cristo recuperou toda a sua divindade e foi para junto do Pai celestial, Ele pode agir de uma forma muito maior, tanto em nós quanto por nosso intermédio, para que Sua vontade se cumpra nos cristãos; como está escrito: "...aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço; e as fará maiores porque eu vou para o meu pai." João 14.12

A sua posição atual em Cristo é superior a daquelas pessoas que o viram apenas como homem fazendo todas as maravilhas que Ele fez. Espero que você assimile esse entendimento porque ele pode abrir uma nova visão de fé no poderio, na grandeza e na grandiosidade de Cristo no tocante ao agir Dele tanto na sua vida quanto através de você.



Comentários

  1. Eu não entendi uma coisa...

    Voce disse: "...havia recuperado toda a condição divina (lembre-se que Deus é o único ser divino) todo poderio do universo, e ainda mais, tinha voltado para as mãos de Cristo que inicialmente é o Criador de todas as coisas;"

    Com isso, vc está afirmando que Jesus Cristo é o próprio Deus?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Sim, Jesus é o próprio Deus. Ele mesmo afirmou isso em João 10.30 quando disse: "Eu e o Pai somos um."
      Obrigado por seu comentário.
      Que o SENHOR dê paz, saúde, sabedoria e sucesso a você.

      Excluir
    2. Só que depois vc mesmo falou que depois que Jesus recuperou toda a divindade ele voltou para o PAI(Se ele voltou para o pai ele é o filho,ou seja...como ele vai ser um só?,no meu entendimento ,são dois com o mesmo poder.
      Que Deus continue.nos abençoando cada dia mais.

      Excluir
    3. Olá!
      Deus é UNO e TRINO, isso significa que Ele é o Único Deus, porém, também são três pessoas distintas, o Pai, o filho e o Espírito Santo. Um Deus em três pessoas, tal "característica" divina é comumente chamada de Santíssima Trindade, ou triunidade.
      Obrigado por seu comentário.
      Que a luz do Altíssimo brilhe cada vez mais intensamente através de você e alcance a todos ao seu redor.
      Grande abraço.👍😊

      Excluir
  2. Confesso que não entendi o por quê que jesus disse que foi dado todo o poder nos céus e na terra. Ele já não tinha???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Quando Jesus decidiu vir à terra para salvar a humanidade, que se havia perdido por causa do pecado de Adão, Ele deixou todo o seu poder divino, onipotência, onipresença, onisciência, glória e majestade, no céu, a fim de se fazer presente em nosso meio como um homem comum. O apóstolo Paulo fala vagamente sobre isso em Filipenses 2.5-7 quando diz: “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus. Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens.”.
      Entretanto ao terminar a obra redentora morrendo na cruz como um sacrifício definitivo e ressuscitando dos mortos para reestabelecer o elo entre Deus e a humanidade, Cristo retomou Sua condição Divina inicial, e todo o poder da Criação, no céu e na terra, retornaram para as mãos Dele, como sempre foi antes de vir aqui nos salvar. Foi por esse motivo que Ele mesmo disse o que está registrado em Mateus 28.18: “É-me dado todo poder no céu e na terra.”
      Espero ter ajudado.
      Obrigado por seu comentário.
      Que a luz divina de Cristo brilhe cada vez mais intensamente através de você.

      Excluir
  3. Amei sua explicação. Ele poderia ter falamos é voltado ao invés de é me dado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Fico contente em saber que você gostou do texto.
      Que o poder de Cristo atue grandemente através de você e alcance a todos ao seu redor.
      Grande abraço.

      Excluir
  4. Eita glória Jesus ele é o único e sempre será o único

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigado por deixar seu comentário aqui.
      Que nosso SENHOR Jesus dê paz, saúde, sabedoria e sucesso a você.
      Grande abraço.😊

      Excluir
    2. Olá, não tem coko o Senhor Jesus ser o próprio Deus, pois qndo Ele ressuscitou, Ele se acentou à direita de Deus, e isso conclui q há 2 tronos no céu, um para o Pai e outro para o Filho q espera a ordem do Pai para vir ressuscitar os mortos.

      Excluir
    3. Olá!
      Sim. Jesus e o Pai são pessoas distintas, assim como o Espírito Santo também é uma pessoa distinta do Pai e do Filho; porém, os três são um único Deus. Isso é o que os Teólogos e estudiosos chamam de Santíssima trindade (ou Triunidade); em outras palavras, há um só Deus, composto de três pessoas distintas.
      Obrigado por comentar.
      Que você se fortaleça cada vez mais na maravilhosa Graça e no poderoso Amor do Altíssimo.
      Grande abraço.
      Seja feliz.😊💖

      Excluir
  5. Olá
    E agora, Pai, glorifica-me junto a Ti, com a glória que Eu tinha contigo antes que o mundo existisse.
    (João, 17)
    Gosto deste versiculo ☝
    Abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renato!
      Seja bem-vindo ao blog.
      João 17 é sem dúvidas um belo texto; aquela oração feita por Jesus é realmente muito bonita, e significativa, para todos os cristãos.
      Obrigado por deixar o seu comentário.
      Que Deus te dê paz, saúde, sabedoria e sucesso.
      Grande abraço.
      Seja feliz.💖😊

      Excluir
  6. Que o Senhor continue trazendo Entendimento e inspirando através do Seu Santo Espírito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigado por comentar aqui.
      Que a luz divina do SENHOR guie você durante toda a vida.
      Grande abraço.
      Seja feliz.😊

      Excluir
    2. Jesus é o SENHOR para gloria de Deus Pai, Deus é Espírito e ELE habita em plenitude em Cristo Jesus. Só por revelação Divina poderá entender que Jesus é o SENHOR. Deus morando em Seu próprio Filho. Shalom a todos.

      Excluir
    3. Olá Vilson!
      Obrigado por deixar seu comentário aqui.
      Que Deus dê paz, saúde, sabedoria e sucesso a você.
      Grande abraço.
      Seja feliz.😊💖

      Excluir
  7. Muito bom..... Coisa linda! Amei ler e aprender mais de Deus 🤩

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Fico contente em saber que você gostou do texto. Louvo a Deus por isso.
      Obrigado por deixar o seu comentário aqui.
      Que a luz de Cristo ilumine toda a sua vida.
      Grande abraço.
      Seja feliz.😊💖

      Excluir
  8. Eu não acredito que Jesus é Deus ,, eu acredito que Jesus é o filho de Deus ,, não tem sentindo nenhum falar que Jesus é Deus ,, Deus é o todo poderoso criador,, e Jesus veio para nós salvar dos pescados ,, Deus falou que ia enviar seu único filho para nós salvar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Ok. Obrigado por deixar o seu comentário aqui.
      Que você se fortaleça cada vez mais na maravilhosa Graça e no poderoso Amor de Deus que há em Cristo Jesus.
      Grande abraço.
      Seja feliz.😊💖

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“...Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18.20

“...Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18.20 Neste texto nós vamos conversar um pouco sobre os benefícios que uma congregação saudável produz na vida de todos aqueles que fazem parte dela; e tenha em mente que congregar significa justamente se reunir com outras pessoas em nome de Jesus, como relatado em Mateus 18.20. Em vários dos textos que tenho compartilhado aqui, procurei falar sobre como o espírito do mundo se infiltrou nas congregações através dos séculos para corromper os sentidos daqueles que as compõem e desvirtuá-los de seguir o verdadeiro caminho de Cristo Jesus, induzindo muitos a praticar todo tipo de estranhezas, distorções da Palavra, e até, a desistir de congregar. Por isso também foi escrito que: "E vindo o dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, Veio também Satanás entre eles." Jó 1.6 Quais são os benefícios de uma congregação saudável? Na verdade a lista de

Pedis e não recebeis, porque pedis mal... Tiago 4.3

"Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites." Tiago 4.3 Esta, sem dúvidas, é uma das frases mais conhecidas do livro de Tiago, mas durante algum tempo tive certa dificuldade de me aprofundar na grande lição contida nela. Será que você já conseguiu extrair deste versículo algo além daquilo que está na superfície? É o que tentaremos fazer agora. Creio que o hábito de pedir seja o mais intuitivo, natural e automático que possuímos, principalmente porque Jesus disse: "Pedi e dar-se-vos-a..." ; "o que pede recebe" e ainda, "tudo que pedirdes em meu nome eu o farei..." Somos ensinados e acostumados a pedir; há alguns até que se tornam viciados em fazê-lo, alguns tratam o Senhor absoluto do universo como se Ele fosse uma espécie de "gênio da bíblia", ou seja, na mentalidade destas pessoas Deus serve apenas para realizar seus desejos não importando o quão banais, vaidosos, egoístas, hedonista

A alegria do SENHOR é a vossa força. Neemias 8.10

"...Portanto não vos entristeçais; porque a alegria do Senhor é a vossa força." Neemias 8.10 No cristianismo há duas relações diretas que afetam grandemente a nossa vida caso tenhamos o devido conhecimento delas para usarmos da forma correta e a nosso favor. E que relações são estas? Como você já deve imaginar por causa do título deste texto estamos falando de alegria e força , assim como de tristeza e fraqueza, ou seja, alegria é igual a força e tristeza é igual a fraqueza; porém o foco de nossa conversa será completamente sobre as duas primeiras.  Cristãos conhecem profundamente isso e usam este entendimento a seu favor; o meu desejo ao escrever este texto é que você também possa fazer o mesmo de modo a fortalecer sua vida cada vez mais. Algumas pessoas podem ter certa dificuldade em entender a necessidade vital que os cristãos têm de se alegrar, de proteger e multiplicar a alegria; tais pessoas podem perguntar: Por que devo me alegrar se as c