Pular para o conteúdo principal

"Mas aquele que beber da água que eu der nunca terá sede." João 4.14



"Mas aquele que beber da água que eu der nunca terá sede..."   João 4.14


Por que algumas pessoas se desviam do Caminho? Você saberia responder a esta pergunta?

Esta é uma pergunta que pode parecer difícil de ser respondida, mas que na verdade possui uma resposta muito simples. A resposta é:

Muitas pessoas se desviam do caminho de Cristo simplesmente porque nunca estiveram nele, ou seja, nunca se converteram realmente.

Talvez você esteja achando esta afirmação muito pesada, ou mesmo polêmica, mas ela não é. Convertidos não têm a opção de se desviar, e isso acontece simplesmente porque pessoas que realmente se converteram jamais terão vontade de ser como um dia já foram. Convertidos são seres celestiais que estão vivendo na terra por um período determinado por Deus, e não mais seres terrestres que desejam ir para o céu. Existe uma gigantesca diferença aqui.

Fiz uma postagem neste blog falando a respeito da real conversão e caso você deseje saber um pouco mais sobre o tema sugiro que leia ela atentamente.

Voltando ao nosso assunto deste texto; acredito que todos nós conhecemos ao menos uma pessoa dita desviada do Caminho; é aquela pessoa que durante um tempo frequentou uma congregação, compartilhou das Santas Ceias e até se batizou nas águas; algumas tinham função no ministério, inclusive. Mas por algum "motivo" específico ou por uma reunião de "motivos" simplesmente deixou tudo isso para trás, abandonou sua congregação e voltou à sua vida antiga mundana. Essa pessoa jamais foi realmente convertida e por esse motivo nunca esteve unida verdadeiramente com Cristo, desse modo, consegue abandonar facilmente a congregação como se estivesse deixando de frequentar um clube ou associação qualquer.

Sei o que você, leitor(a) está pensando neste momento. Está pensando como posso afirmam uma coisa dessas. Pois bem, afirmo isso com base no versículo que citei no título deste texto; Jesus disse certa vez:

“Aquele, porém, que beber da água que eu lhe der, nunca mais terá sede, para sempre; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna.” João 4.14 Versão Revista e Atualizada

Me parece muito claro o que Jesus diz neste versículo. Toda pessoa que uma vez bebeu da água que Jesus dá, esta se converteu de verdade, e nunca mais voltará a ter sede novamente. Quero reforçar aqui que Ele diz “Nunca mais”.

Se uma pessoa voltou a ter sede significa que ainda não bebeu da água de Cristo, e estas pessoas mesmo dentro das congregações, mesmo batizadas, mesmo no ministério e mesmo compartilhando a Ceia de Cristo; mesmo assim, por mais incrível que pareça, serão vencidas pela sede mundana e retornarão para suas antigas vidas para tentar se saciar com a água da sociedade; tal como alguém que precisa voltar a um poço ou fonte para buscar sua água diariamente. Leia  João 4.1-18

Vamos dar um foco maior na questão da sede.

Jesus disse em outra ocasião:
“Se alguém tem sede, que venha a mim e beba” . João 7.37

Muitas pessoas procuram por Jesus, ou seja, as congregações, por vários motivos, mas nem todos procuram por Ele pelo motivo correto. A sede. Alguns procuram por Jesus quando perdem ou querem um emprego, procuram-no quando querem uma casa ou um carro, procuram por Ele quando desejam encontrar um namorado(a), noivo(a) ou marido (esposa), quando desejam uma cura e etc... Os motivos são os mais diversos, e até são lícitos, mas não estão essencialmente corretos.

Então você se pergunta:

Por que não estão corretos?

E eu respondo:

Não estão corretos porque todos estes motivos são motivos materiais, motivos de nossa carne e por isso não possuem força suficiente para gerar qualquer mudança no espírito humano.

O espírito humano não é afetado, não muda, tampouco se transforma, quando a pessoa compra um carro, uma casa, consegue ou troca de emprego, recebe uma cura ou conquista um grande amor. A pessoa que se une a uma congregação apenas para obter bens materiais ou favorecimento pessoal, profissional e social, se não mudar o curso de sua mentalidade acabará se desviando ou porque ao conseguir o que desejava não terá mais qualquer motivação que justifique sua presença na congregação; ou porque em não conseguir o seu desejo acaba se frustrando e, com isso, perde o ânimo e abandona a congregação.

E como resolver isso?

Jesus ensinou dizendo:


Este é o motivo correto para procurar por Jesus, O reino de Deus, antes de qualquer outra coisa. Jesus é a única porta de entrada para o Reino de Deus; note que este motivo já é bem diferente de todos os outros, este é um motivo muito mais alto, mais nobre, e essencialmente muito mais poderoso; com força suficiente para operar na pessoa o que a bíblia chama de conversão (transformação absoluta e sem retorno), este é um motivo espiritual. Esta é a sede da Verdade.

Algumas pessoas percebem, em algum momento de suas vidas, que algo está faltando. Estas pessoas podem não ter qualquer bem material ou podem ser totalmente abastadas; elas constatam que existe um vazio em suas vidas, não é a falta de dinheiro, nem de afeto ou de realizações; é algo muito mais profundo. Isso gera uma sensação aguda de ausência que aumenta com o tempo. É como se suas vidas não tivessem um sentido. Quando essa sensação atinge o âmago da pessoa ela passa a procurar por aquilo que possa saciá-la internamente; é como uma sede sem fim em seu interior. Estas pessoas sabem que coisas físicas, materiais, não são capazes de preencher tal vazio, e é neste momento que as palavras de Jesus fazem toda a diferença:

“Se alguém tem sede, que venha a mim e beba”. Porque “...Aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede...” João 7.37 e João 4.14

Estas pessoas, as que procuram Jesus pelo motivo certo, estas beberão da água de Cristo, se tornarão completas, saciadas, e jamais terão sede novamente, desta forma jamais se desviarão.

Comentários

  1. Excelente essa palavra do MSM jeito que o espirito santo falou comigo !!!
    Isso vamos continuar !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico contente em saber disso.
      Prossiga com fé.
      Que Deus lhe abençoe.
      Grande abraço.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigado por sua leitura.
      Deus o abençoe abundantemente.

      Excluir
    2. Coisas linda Deus raleluiaaaass

      Excluir
    3. Olá! Obrigado por seu comentário.
      Que a paz, a saúde, a sabedoria e o sucesso de Deus estejam sempre com você.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Obrigado por sua visita, leitura e comentário.
      Que a Paz seja convosco.

      Excluir
  4. Parabéns pelo seu empenho em levar a palavra de Deus,suas palavras estão corretas ,condizem com o que está na biblia, Deus abençoe você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Sinto-me honrado com sua visita, leitura e comentário.
      Que Deus lhe dê Paz, Saúde e Sucesso.

      Excluir
    2. Muito bem explicado me ajudou muito

      Excluir
    3. Olá!
      Fico contente em saber disso.
      Obrigado por deixar seu comentário aqui.
      Que Deus abençoe você abundantemente. Paz.

      Excluir
    4. Que deus abencoe vc grande mente

      Excluir
    5. Oi!
      Seu comentário já é uma grande bênção de Deus para mim. Obrigado.
      Grande abraço.

      Excluir
  5. Vai nessa tua força e livrarias Israel das mãos dos midianitas boa essa palavra coisa linda Jesus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Muito obrigado por seu comentário aqui.
      Que o SENHOR, nosso Deus, aumente você mil vezes mais do que sois; e te abençoe como te tem falado.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“...Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18.20

“...Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Mateus 18.20 Neste texto nós vamos conversar um pouco sobre os benefícios que uma congregação saudável produz na vida de todos aqueles que fazem parte dela; e tenha em mente que congregar significa justamente se reunir com outras pessoas em nome de Jesus, como relatado em Mateus 18.20. Em vários dos textos que tenho compartilhado aqui, procurei falar sobre como o espírito do mundo se infiltrou nas congregações através dos séculos para corromper os sentidos daqueles que as compõem e desvirtuá-los de seguir o verdadeiro caminho de Cristo Jesus, induzindo muitos a praticar todo tipo de estranhezas, distorções da Palavra, e até, a desistir de congregar. Por isso também foi escrito que: "E vindo o dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, Veio também Satanás entre eles." Jó 1.6 Quais são os benefícios de uma congregação saudável? Na verdade a lista de

Pedis e não recebeis, porque pedis mal... Tiago 4.3

"Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites." Tiago 4.3 Esta, sem dúvidas, é uma das frases mais conhecidas do livro de Tiago, mas durante algum tempo tive certa dificuldade de me aprofundar na grande lição contida nela. Será que você já conseguiu extrair deste versículo algo além daquilo que está na superfície? É o que tentaremos fazer agora. Creio que o hábito de pedir seja o mais intuitivo, natural e automático que possuímos, principalmente porque Jesus disse: "Pedi e dar-se-vos-a..." ; "o que pede recebe" e ainda, "tudo que pedirdes em meu nome eu o farei..." Somos ensinados e acostumados a pedir; há alguns até que se tornam viciados em fazê-lo, alguns tratam o Senhor absoluto do universo como se Ele fosse uma espécie de "gênio da bíblia", ou seja, na mentalidade destas pessoas Deus serve apenas para realizar seus desejos não importando o quão banais, vaidosos, egoístas, hedonista

A alegria do SENHOR é a vossa força. Neemias 8.10

"...Portanto não vos entristeçais; porque a alegria do Senhor é a vossa força." Neemias 8.10 No cristianismo há duas relações diretas que afetam grandemente a nossa vida caso tenhamos o devido conhecimento delas para usarmos da forma correta e a nosso favor. E que relações são estas? Como você já deve imaginar por causa do título deste texto estamos falando de alegria e força , assim como de tristeza e fraqueza, ou seja, alegria é igual a força e tristeza é igual a fraqueza; porém o foco de nossa conversa será completamente sobre as duas primeiras.  Cristãos conhecem profundamente isso e usam este entendimento a seu favor; o meu desejo ao escrever este texto é que você também possa fazer o mesmo de modo a fortalecer sua vida cada vez mais. Algumas pessoas podem ter certa dificuldade em entender a necessidade vital que os cristãos têm de se alegrar, de proteger e multiplicar a alegria; tais pessoas podem perguntar: Por que devo me alegrar se as c